Gestão humanizada: entenda como funciona

Com a conjuntura da pandemia, muitas empresas viram a gestão humanizada como uma forma de recuperar a integridade da equipe colaboradora, bem como o crescimento das margens de lucro da empresa como um todo.

Mas como podemos entender a gestão humanizada? Veja, esta modalidade de gestão de recursos humanos tem como sua principal prioridade o bem-estar da equipe, tanto nos níveis individuais quanto coletivos. 

Efetivamente, a gestão humanizada reconhece a importância de uma cultura organizacional eficiente para o equilíbrio harmônico entre a vida pessoal e profissional dos contribuintes.

E foi pensando neste método promissor que nós da Qualyvist elaboramos o texto abaixo, para que coordenadores(as), gestores(as) e trabalhadores(as) possam se familiarizar com os muitos benefícios que a gestão humanizada traz aos processos internos da empresa.

Boa leitura!

As particularidades da gestão humanizada

Mesmo fora de períodos de crise, todo o bom profissional gestor reconhece que a busca por trabalhadores qualificados, tanto em habilidade do ofício quanto na compatibilidade com o código de cultura da empresa, não é uma tarefa fácil. 

E esse dilema se agrava ainda mais quando, em função da própria gestão interna ineficiente, ocorrem demissões recorrentes, com a necessidade de contratar novos profissionais para preencher as vagas abertas — e tudo isso gera enormes gastos adicionais para a empresa.

E foi justamente dentro dessa conjuntura empresarial e administrativa que surgiu a dinâmica horizontal da gestão humanizada, que defende a adaptação dos processos organizacionais em função das necessidades dos trabalhadores, alcançando as metas da empresa sem o detrimento da saúde dos profissionais que produzem a riqueza desta.

E uma versão mais específica desse mesmo princípio pode ser observada na hotelaria hospitalar, essa que visa realizar uma gestão humanizada tanto para pacientes quanto para a equipe do hospital.

Mas é claro, essas ações são tomadas somente após uma análise completa dos procedimentos internos e externos da empresa, levantamento sobre a qualidade da comunicação, da infraestrutura da empresa e levantamento de não conformidades ao longo desses processos.

Benefícios da gestão humanizada

1. Aumento da produtividade

Ao contrário do que muitos gestores podem pensar, o aumento da produtividade raramente vem através das pressões infligidas sobre a equipe, como o cumprimento de metas exorbitantes e medidas restritivas no ambiente de trabalho.

De fato, a aplicação de “estratégias” como essa serve apenas para desmotivar os colaboradores e levá-los a buscar outro emprego, já que muitos passam a se sentir desvalorizados pela gerência, afetando diretamente a retenção de talentos.

Já com as técnicas da gestão humanizada, cada trabalhador se sentirá pessoalmente valorizado, já que sabem que podem contar com seus colegas e superiores para melhorar as condições de trabalho coletivamente, conquistando mais flexibilidade de jornadas e benefícios. 

Assim, há um maior incentivo para que os trabalhadores sejam mais empenhados, responsáveis e produtivos, o que é excelente para a empresa e as pessoas que a compõem.

2. Uma melhora expressiva na comunicação

Um dos principais problemas relatados por trabalhadores que optam pela saída de seus empregos é a comunicação ineficiente entre os setores da empresa, especialmente quando essa má comunicação contribui para conflitos internos.

Assim, instaurar uma horizontalização comunicativa, por intermédio da gestão humanizada, é garantir que todos os trabalhadores tenham uma voz dentro dos processos da empresa. 

Por extensão, é interessante que seja feita uma troca de experiências entre os componentes da equipe, justamente para que todos tenham uma noção mínima das responsabilidades exercidas no ofício de cada um. 

3. Maior rentabilidade para a empresa

A gestão humanizada é um investimento, e portanto usamos o termo “rentabilidade” aqui para descrever o retorno de capital que será sentido nos cofres da empresa com a adoção de uma filosofia de gestão humanizada.

Pense que o lucro vem como um resultado direto de uma equipe de trabalhadores satisfeitos, valorizados, motivados e responsáveis, o que inevitavelmente leva a uma produção maior e de superior qualidade. E isso sem dúvida reflete nos ganhos da empresa.

E com a retenção de talentos, dificilmente haverão gastos desnecessários com rescisões e contratações, processos que — como todo o bom gestor(a) sabe — impactam negativamente o orçamento.

Por fim, é necessário lembrar que a riqueza é produzida pelos trabalhadores, e adotar a gestão humanizada significa fazer a manutenção dos recursos humanos que fazem a empresa crescer e se destacar no mercado.

Intrigou-se pela gestão humanizada? Quer conhecer mais sobre a gestão de processos empresariais? Então não deixe de conhecer o Qualyvist e seguir nossos perfis no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Confira outros
conteúdos

Receba nossas novidades
em seu e-mail

    Qualyvist © 2022 - Todos os direitos reservados
    Desenvolvido por WEBi