Auditoria interna: o que é?

Como forma de evitar fraudes, erros e irregularidades praticadas em uma empresa, seja por colaboradores ou gestores, a auditoria interna serve para examinar a integridade e eficácia de controles internos e dados financeiros, contábeis e operacionais da organização.

É um conjunto de procedimentos adotados para analisar e conferir os processos internos da empresa. Dessa forma, a auditoria interna tem o papel de controle administrativo, do qual o objetivo é analisar, questionar, conferir e recomendar alterações e procedimentos para verificação da qualidade e segurança dos registros da companhia.

Trata-se de um processo minucioso, mas que garante mais segurança jurídica. Compreender de forma clara esse procedimento é essencial para usufruir os benefícios oferecidos e obter maior eficiência.

Qual a importância da auditoria interna?

Um importante instrumento de controle e gestão empresarial, a auditoria interna simplifica tarefas, evitando desperdícios. Uma das vantagens desse procedimento é identificar as oportunidades de melhorias. Como foco na identificação de problemas e na sugestão de soluções, os processos são estudados com o objetivo de criar métodos que melhorem a atuação dos colaboradores e gestores.

Além disso, a auditoria ajuda a definir melhor os processos que envolvem a cultura empresarial, o que possibilita estruturar melhor regras e valores que fazem parte da companhia. Esses valores vão ajudar na relação entre gestão, colaboradores, investidores e demais envolvidos no negócio.

Outro ponto importante é a transparência. A auditoria interna garante mais precisão em relação aos dados da organização, pois verifica todos os registros para evitar irregularidades, garantindo informações mais seguras e transparentes.

Em quais situações a auditoria é realizada?

Alguns gestores acreditam que essa prática é uma opção apenas para as grandes empresas. Contudo, é preciso ressaltar que ela atende aos mais variados negócios, de todos os portes, desde que eles apresentem sintomas que apontem para mudanças necessárias.

Para saber se a sua empresa está precisando realizar uma auditoria interna é preciso prestar atenção a alguns aspectos que podem estar prejudicando o bom funcionamento da organização, entre eles: problemas financeiros; problemas relacionados aos Recursos Humanos; resultados frequentemente distantes da meta e necessidade de expansão de forma estruturada.

Como funciona na prática?

Para utilizar essa ferramenta é preciso seguir alguns procedimentos que garantem a relevância e a veracidade das informações, para que sirvam como base para as recomendações e conclusões. Para isso, é necessário: definir os objetivos; fazer um planejamento; montar um cronograma; criar um checklist; elaborar o relatório e o plano de ação. Entenda como realizar um plano de auditoria:

1. Elabore um planejamento

O planejamento é primordial para qualquer atividade bem-sucedida. Sendo assim, é preciso estruturar a forma como ela ocorrerá. Isso envolve apontar os aspectos que precisam de maior atenção; levantar os recursos necessários; elaborar um cronograma de acordo com cada necessidade, entre outras coisas.

2. Reserve um tempo para a realização da auditoria

É preciso marcar datas para que a auditoria seja realizada. Isso é necessário para manter a organização, além de aumentar a dedicação nas análises, contemplando cada detalhe e fazendo com que os relatórios sejam precisos.

3. Elabore checklists

A auditoria interna contempla diversos aspectos e muitos são bem detalhados. Para não esquecer algum ponto importante, o ideal é elaborar um checklist, assim você garante que todas as verificações foram realizadas conforme o planejado. 

4. Não negligencie as pendências

Se uma auditoria for realizada pela primeira vez, alguns problemas serão apontados e os processos precisarão ser reavaliados futuramente, com análise da eficiência das soluções adotadas.

5. Tenha um auditor imparcial

Como já mencionado, o real objetivo da consultoria é verificar a eficácia dos procedimentos realizados na empresa, e não encontrar um culpado por algo que não está dando certo. Para que isso funcione, é importante que o auditor seja imparcial e transmita confiança.  

O ideal é que ele foque exclusivamente no processo que está sendo auditado. Desse modo, os colaboradores se sentem mais confortáveis e acabam sendo mais transparentes com as informações.

Independentemente do tamanho ou da área de atuação da empresa, promover uma auditoria interna garante que os processos sejam executados de forma correta. Por isso, é importante investir nessa prática para evitar problemas que possam colocar em risco a operação de uma organização.

Nós, da Qualyvist, temos ferramentas que unem praticidade e tecnologia para a realização de relatórios e registro de dados, o que facilita o momento de verificar informações. Conheça nossas soluções, siga nosso Facebook e Instagram e visite nosso site.

Confira outros
conteúdos

Receba nossas novidades
em seu e-mail

    Qualyvist © 2022 - Todos os direitos reservados
    Desenvolvido por WEBi