5 dicas para se tornar uma empresa sustentável

A noção de “empresa sustentável” pode ser encarada como jargão para alguns e como assunto sério por outros, e essa dicotomia origina-se de um histórico de empresas que continuam com uma postura rígida de inadaptabilidade a práticas de um mercado internacional que ano após ano aproxima-se mais de uma lógica sustentável de produção.

Mas as tendências do mercado internacional não são os únicos indicadores da ascensão de uma lógica de produção sustentável, tendo em vista que os próprios governos e organizações internacionais — como a Organização Internacional de Normalização (ISO) — têm levantado a bandeira da sustentabilidade como uma peça fundamental e inerente para a preservação do planeta e do modo de vida atual.

Na prática, muitos gestores que almejam criar uma legítima empresa sustentável enfrentam árduos desafios para adaptar seu modelo de negócios, sua cultura corporativa e lógica de produção aos padrões internacionais emergentes.

Buscando oferecer soluções para os pequenos, médios e grandes gestores, nós da Qualyvist preparamos hoje uma lista com 5 dicas para transformar a sua empresa convencional em uma empresa sustentável, explorando os evidentes benefícios e acentuando alguns requisitos importantes.

Interessou-se pela proposta? Então acompanhe conosco!

Boa leitura!

Lapidando uma empresa sustentável: os primeiros passos

Antes mesmo de começar o planejamento para a adaptação da sua empresa, é imprescindível fazer um levantamento prévio da capacidade estrutural da sua companhia de abraçar tais mudanças

Isto é, todo o gerente empresarial deve analisar, com o apoio de sua equipe, se a adoção de um modelo de negócios sustentável é algo concretamente realizável dentro da infraestrutura atual da empresa. Alguns estudos recentes realizados nos EUA buscam traçar um plano de desenvolvimento sustentável para empresas, naquilo que vêm sendo chamado de “nova fase dos negócios sustentáveis”.

Outro ponto muito importante é compreender de forma totalizante o que se entende por “sustentabilidade”. Apesar de parecer uma etapa inexpressiva, o termo sustentabilidade ainda é potentemente carregado de abstrações, o que leva muitas pessoas a ler o que lhes convém dentro desse termo.

E como o meio de negócios não é lugar para abstrações, eis o que podemos entender como “sustentabilidade”: significa fazer a melhor administração possível de recursos — sejam eles naturais, socioculturais ou humanos — para que o consumo destes na geração atual não afete o consumo das gerações futuras. 

Traduzindo para o meio corporativo, a tarefa de uma empresa sustentável é garantir que tanto o meio de produção e reprodução da vida quanto seus agentes realizadores (o planeta e os seres humanos, respectivamente) tenham sua continuidade garantida a longo prazo.

Tornando-se uma empresa sustentável: 5 dicas valiosas

1. Tracionando a sustentabilidade

Esta primeira dica vai de encontro com uma estratégia de tracionamento de sustentabilidade, ou seja, experimentar estratégias sutis de sustentabilidade e medidas ecológicas dentro de setores específicos da empresa de forma a verificar se há uma viabilidade para maiores transformações no futuro.

Algumas medidas que podem ser testadas envolvem períodos de treinamento da equipe contribuinte para que adotem posturas sustentáveis dentro e fora da empresa, instituir normativas internas sobre economia de energia, água, diminuição de gastos com papéis e demais alterações processuais.

2. Análises processuais e planejamento estratégico

Embora uma nova postura corporativa interna seja interessante para uma empresa sustentável, ela não basta para efetivar nenhum plano real de sustentabilidade

Em complemento direto a estas ações individuais, é preciso que os gestores façam uma inspeção processual das linhas de produção da empresa (em casos industriais), buscando alternativas ecológicas para o uso de matérias primas, dinamização produtiva, segurança de trabalho e controle de descarte de resíduos.

A partir da obtenção dos relatórios de inspeção, é possível constatar evidências de não conformidade com relação às normas internacionais, as da própria empresa e com as normativas sustentáveis em elaboração.

3. Transparência e compromisso

Mesmo com todas as adaptações processuais e de produção tendo sido realizadas com sucesso internamente, ainda resta a reputação de mercado da companhia como um último fator para abrir a nova etapa da sua nova empresa sustentável.

Afinal, é preciso demonstrar o diferencial sustentável e o compromisso com o meio ambiente de forma clara, fatores particularmente efetivos em atrair novos clientes e profissionais interessados em fazer negócios com a sua empresa.

A transparência é outro fator importantíssimo, pois instiga uma maior confiança do grande público em relação a sua marca uma vez que ela transmite a capacidade de transformação, não apenas de si mesma, mas do mundo.

4. Análise das companhias de destaque

Toda a análise de mercado é crucial para a sobrevivência de qualquer negócio, e dentro de um processo tão delicado como a transição sustentável, todos os gestores devem estar atentos a quais medidas tomadas pelas principais economias de destaque surtem os efeitos mais exitosos, que podem variar desde metodologias de gestão até desenvolvimentos de técnicas produtivas.

Essa prática é útil não só para obter indicadores úteis sobre a concorrência, mas também para identificar em quais aspectos essas medidas e planejamentos sustentáveis podem ser melhorados, podendo levar a sua própria empresa para o patamar de referência nos quesitos de ecologia e sustentabilidade.

5. Utilização do Qualyvist

Por fim, nossa última dica é direcionada aos inúmeros benefícios trazidos pelo nosso software de gestão, o Qualyvist, não apenas durante o processo de transição sustentável dos seus negócios, mas ao longo de todo o futuro da sua empresa. Mas em que sentidos o Qualyvist é útil?

Veja, o Qualyvist é uma plataforma integrada para a centralização de dados e informações referentes a relatórios gerenciais e de inspeção, extremamente útil para a identificação de não conformidades, relatórios fotográficos e análises preditivas de modo geral.

Dadas as características acima, nosso software é uma ferramenta indispensável para a redução do consumo de papel na produção de relatórios arcaicos e para a melhora da produtividade da equipe, que por sua vez cumpre o papel de dinamização produtiva levantado pela sustentabilidade mercadológica.

Essas dicas foram úteis para encontrar novos caminhos para a sua empresa? Para aumentar as suas chances de sucesso, não deixe de visitar o nosso site e conhecer todas as potencialidades do Qualyvist! E não se esqueça de seguir nossos perfis no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Confira outros
conteúdos

Receba nossas novidades
em seu e-mail

    Qualyvist © 2022 - Todos os direitos reservados
    Desenvolvido por WEBi