O que é o método Kanban e como ele pode ajudar sua empresa?

O método Kanban é sem dúvida alguma uma das mais simples e flexíveis metodologias de coordenação de tarefas já concebidos no mundo dos negócios. Hoje uma técnica tradicional, mas inovadora em seu tempo, o método Kanban continua sendo usado mesmo após 80 anos desde sua invenção

Toda a empresa enfrenta, em algum momento, algum tipo de problemática quando o assunto é produtividade. E todos os bons gestores estão sempre à procura de uma metodologia que ajude na coordenação dos membros dos times de trabalho, ao mesmo tempo que garante uma maior produtividade.

Seja você um profissional de marketing ou integrante de um time de vendas, certamente já se deparou com inúmeros problemas organizacionais quando o assunto é coordenação de tarefas, seja na fase de planejamento ou durante as reuniões de pauta da empresa.

Bem, o método Kanban sobreviveu ao teste das décadas por uma simples razão: ele funciona — e muito bem! 

Então, se quiser saber os principais detalhes sobre a história dessa metodologia, suas principais vantagens e como pode ser aplicada na sua empresa, confira abaixo o texto que nós da Qualyvist preparamos para você! 

Boa leitura!

Método Kanban: uma história, um legado

O método Kanban foi originalmente conceituado em 1940, pelo gerente visionário e pai do Método Toyota de Produção, Taiichi Ohno. 

O Kanban foi idealizado por Ohno quando ele analisou a disposição visual de produtos nas prateleiras dos supermercados, percebendo que a própria disposição visual dos produtos auxilia na orientação dos consumidores, provendo uma navegação muito mais ágil do espaço e uma aquisição mais prática dos produtos.

Determinado a traduzir esta técnica para a linguagem industrial das fábricas, Ohno baseou-se principalmente na forma como as equipes dos supermercados gerenciavam o volume do estoque de produtos com base na demanda dos consumidores

Assim, os estoques de peças das fábricas da Toyota passaram a operar sob este mesmo princípio: alinhando os níveis de inventário de cada tipo de peça usando o então recém criado método Kanban, com cartões contendo os números de peças usados, provendo uma administração efetiva de todas as etapas de produção.

Os princípios do método Kanban

O método Kanban funciona da seguinte forma: cada etapa do processo de trabalho é disposto em um quadro — seja ele digital ou físico —, contando com uma lista de tarefas que precisam ser realizadas por cada membro da equipe, quais seus prazos de realização e os recursos necessários para tal.

As etapas essenciais do quadro Kanban são as seguintes: “A fazer”, “Fazendo” e “Feito”, denotando as etapas básicas de todo o processo de trabalho, seja em processo de vendas, elaboração de relatórios ou programação de softwares, só para dar alguns exemplos.

Mas o número de etapas e suas descrições variam muito em função da área de atuação da empresa

Para a elaboração deste texto, por exemplo, podemos traçar a etapa de pesquisa do conteúdo como uma etapa extra entre “A fazer” e “Fazendo”, enquanto outra etapa adicional de revisão do texto pode ser posicionada na penúltima etapa, antes da finalização do projeto.

Assim, na medida em que cada membro da equipe for cumprindo suas tarefas, cada bloco deve ser movido para a próxima etapa cabível. Ou seja, no momento em que a revisão de um relatório de gestão de processos for concluído, o cartão de “revisão” deve ser passado para a coluna de “Feito”.

As vantagens do método Kanban para as empresas

A grande vantagem do método Kanban é certamente a ampla flexibilidade de aplicação. Como explicamos acima, essa metodologia pode ser utilizada em praticamente todas as esferas de atuação do mercado, em especial nas empresas que contam com uma estruturação em equipes.

Outro ponto forte do método Kanban é sua simples elaboração e interpretação por qualquer membro da equipe. 

Como foi concebido como uma estratégia de organização visual de tarefas, as tabelas podem ser ideais para os trabalhadores que têm dificuldade na organização de tarefas e cumprimento de prazos, sendo então uma opção inclusiva para pessoas com TDAH, por exemplo.

Por fim, é seguro dizer que o método Kanban é um pináculo de organização e produtividade, possibilitando uma expressiva otimização de tempo e trabalho para as empresas, através da dinamização comunicativa, inclusividade e mobilização das equipes.

Incrível como as mais simples mudanças metodológicas podem representar tamanhos benefícios para as empresas, não é mesmo? E o mesmo pode ser dito sobre o Qualyvist, nosso software de gestão de processos! 

Com o Qualyvist, a dinamização de processos e de comunicação, tão atrativa no método Kanban, é devidamente atualizada para a era da Indústria 4.0 — uma vez que todos os relatórios de gestão são copiados na nuvem, contando com backups e podendo ser facilmente acessados pelos membros da equipe.

E se quiser saber mais sobre nosso software, não deixe de visitar nosso site ou entrar em contato com a nossa equipe! Aguardamos o seu contato!

Confira outros
conteúdos

Receba nossas novidades
em seu e-mail

    Qualyvist © 2022 - Todos os direitos reservados
    Desenvolvido por WEBi